Home / Assessoria Empresarial / Mudar ou não meu logotipo?
Mudar ou não meu logotipo?

Mudar ou não meu logotipo?

.

Em time que está ganhando não se mexe

Uma verdade absoluta que alguém inventou há muito tempo atrás que acaba sendo adotada pelas mentes das pessoas. Mas será realmente que isto é verdade?

Recentemente fui contratado para fazer o re-branding de uma empresa de comércio eletrônico que usava um logotipo bem simples desde a criação de sua empresa. Para quem não sabe, o re-branding ou re-design se refere à reformulação de uma marca, um logotipo, digamos assim. Um dos principais argumentos usados durante a pesquisa de mercado com os clientes que já usavam a marca e compravam o produto da empresa foi justamente o dito cujo: “Em time que está ganhando não se meche… pra que mudar a marca?”

Infelizmente, ou felizmente, este ditado futebolístico não se aplica ao mundo da comunicação ou ao design, assim como não se aplica a praticamente nenhum seguimento do mercado. Seria muito mais coerente afirmar:

.

Em time que está ganhando se mexe sim, ou então ele não continuará ganhando

Quando uma empresa nasce tem objetivos pequenos e que vão aumentando com o passar dos anos e o seu desenvolvimento no mercado. O principal elemento que acompanha esta mudança deve ser o seu logotipo, a sua marca. São raras as exceções onde se tem um excelente projeto de branding que acompanhe com eficiência o desenvolvimento do negócio no decorrer dos anos (vide Coca Cola). Para todos os outros casos o re-branding pode ser uma ferramenta poderosa perante os seus clientes.

Entenda, mudar uma marca nem sempre quer dizer “mudar” a sua essência ou sua história, a maioria dos re-designs de marcas adéquam-na para que se pareça mais com o seguimento, com mudanças relacionadas as políticas da empresa e seus valores, ao posicionamento em relação ao cenário atual de mercado, enfim, coisas extremamente importantes e que regem o crescimento do negócio.

Decidir se sua marca deve ou não passar pelo processo de re-design é um processo delicado, requer estudo e, acima de tudo, conhecer seus clientes (ou novos clientes).

Mas quando é hora de mudar minha marca?

Se você planeja mudar a cara da sua empresa é importante saber identificar quando isto é necessário. O principal motivo para a mudança é o crescimento, a adequação às novas metas e objetivos. A mudança deve ser considerada a partir do momento em que seu negócio começa a atuar em diferentes seguimentos ou quando novos horizontes começam a ser enxergados, quando a empresa atinge o ápice de seu crescimento usando o seu branding atual.

Poucas pessoas enxergam, mas existe um teto, um limite até onde sua empresa pode ir com a mesma cara, com o mesmo objetivo, depois disso, é hora de mudar e definir novas metas, continuar crescendo.

Quando o re-design não é necessário?

Nem sempre o crescimento significa mudança no design de sua marca, principalmente se ela é fortemente consolidada no mercado ou o seu projeto de branding foi desenvolvido de forma eficiente. Mudar a sua marca não pode estar relacionado ao que você acha feio ou bonito, deve ser pensado como o que dá certo, o que é a sua empresa, e como ela deve ser percebida por seus clientes.

O re-design não é algo específico de pequenos negócios, grandes empresas realizam mudanças em suas marcas para se adequarem as suas novas metas e principalmente ao novo perfil de seus públicos. Você pode notar isto nos exemplos abaixo, onde temos grandes nomes do mercado, principalmente tecnológico, que passaram por mudanças em suas marcas.

Conclusão

Mudanças sempre causam impacto na vida das pessoas, é natural que elas causem reações diversas e até repulsão. Porém, é preciso entender que as mudanças são necessárias para garantir o desenvolvimento do seu negócio. Se sua empresa está crescendo, e você ou seus clientes não estão satisfeitos quanto a sua apresentação no mercado cada vez mais competitivo, talvez seja a hora de re-pensar seu conceito de marca.

Scroll To Top